Invista na sua carreira e passe longe dos PDVs dos bancos

O que você sente quando ouve a sigla PDV? Ela é quase sempre mal recebida pelos bancários. Isso porque milhares de profissionais já foram dispensados após o programa. Afinal, a concorrência com os bancos digitais é um dos motivos das demissões. Porém a adesão é, como o próprio nome diz, voluntária. Então, se ser bancário é realmente o seu propósito, invista em sua carreira e passe bem longe dos PDVs dos bancos.

Para quem ainda não está familiarizado com essa sigla, ela significa Plano de Demissão Voluntária. A estratégia não é privilégio dos bancos e existe em todos os setores da economia. Mas o conceito está mais relacionado às agências bancárias.

Para se ter uma ideia, outras companhias já recorreram ao PDV para enxugar a folha de pagamento e, assim, reduzir despesas e manter a empresa viva.

Veja como outras empresas aderiram ao PDV

Recentemente, os Correios lançaram o programa de desligamento para eliminar cinco mil vagas. A Eletrobras também está prestes a lançar o programa para cortar 2,4 mil postos de emprego. Há sindicalistas que dizem que os cortes estão relacionados à redução de investimentos nas empresas públicas.

Entretanto, quando se fala em PDV logo se lembra das grandes instituições financeiras. Afinal, os números não mentem. Confira, por exemplo, os últimos PDVs dos bancos e as estatísticas de desligamentos:  

– PDV da Caixa Econômica Federal com previsão de adesão de 3,5 mil pessoas;

– PDV do Itaú Unibanco com expectativa de participação de 6,9 mil funcionários;

– 2.057 postos de trabalho fechados neste ano nos bancos segundo dados do Caged;

– 43,4 mil postos fechados a partir de 2016.

Não deixe se contaminar pelo clima dos PDVs dos bancos

Portanto, se você é funcionário das grandes instituições financeiras, já deve ter sentido o clima causado pelos PDVs e como isso se reflete na equipe. Quando acontecessem essas ondas de demissões, a insegurança paira no ambiente.

Todavia, apesar de todas as pressões que afligem a profissão de bancário, a carreira é promissora e os salários são atrativos, bem como os adicionais comuns à área profissional. O salário inicial, de um estagiário, por exemplo, gira em torno de R$ 2 mil. Além disso, a escala de trabalho é fixa e raramente há plantões de fim de semana e feriados.

Ademais, os PDVs dos bancos têm sido voltados para profissionais veteranos, geralmente com mais de 20 anos de casa. Portanto, se a sua média de idade é bem inferior a esta e você não está dentro do perfil planejado para os PDVs dos bancos, é hora de potencializar sua carreira.

Conquiste uma certificação e tenha uma carreira sólida

Como você leu acima, é importante investir na sua carreira. O passo mais importante para que isso aconteça você possuir uma certificação Anbima, seja ela a CPA-10, CPA-20 ou CEA, que são as mais procuradas pelos bancários.

Com as certificações em mãos, o profissional se torna mais valorizado no mercado de trabalho, tem mais chances de ser promovido e pode chegar à gerência em curtíssimo período de tempo.

Mas para chegar a essa decisão, de investir em sua carreira de bancário através de uma certificação profissional emitida pela Anbima, é essencial que você reflita sobre algumas questões.

Entre as perguntas a serem respondidas estão:

– quais os impactos dos PDVs dos bancos na sua vida profissional?

– você tem um plano B após seu desligamento? Que carreira vai seguir?

– como ficariam as condições financeiras de você e de sua família?

– você se sente feliz e realizado com o seu posto exercido hoje no banco?

Caso você esteja insatisfeito com a sua situação atual, procure conversar com bancários nos quais você mais confia e admira, busque um mentor que lhe oriente profissionalmente e reveja sua posição.

Fique atento porque os PDVs podem ser atrativos à primeira vista

Os PDVs em bancos podem até parecer atrativos aos bancários pelos benefícios que apresentam, como o acerto dos anos trabalhados e as vantagens extras pela adesão ao plano.

Só para se ter uma ideia, o Bradescoanunciou recentemente o PDV em todas as suas agências. Assim, quem aderir ao programa terá acesso às verbas rescisórias e ao equivalente a 60% do salário mensal a cada ano trabalhado. O valor será pago em parcela única.

Aliás, os bancos oferecem tamanhas vantagens porque também são beneficiados pela redução de postos de trabalho, pois enxugam a folha de pagamento em longo prazo.

A Caixa Econômica Federal, por exemplo, quando anunciou o corte de 3,5 mil postos de trabalho através do PDV, tinha uma expectativa de gerar aproximadamente R$ 716 milhões de economia no período de apenas 16 meses.

Reflita sobre o impacto dos bancos digitais

Assim, entre as variáveis dos PDVs dos bancos está a redução de despesas das agências bancárias físicas. Os recursos podem compensar as mudanças trazidas com a alta concorrência dos bancos digitais.

Pois, afinal de contas, hoje é possível fazer uma série de serviços ao simples toque do smartphone, sem a necessidade de recorrer ao atendimento de um bancário numa agência física. Além disso, há bancos integralmente digitais, com taxas reduzidas, que atraem cada vez mais adeptos.

Dessa maneira, os reflexos do ponto de vista macro é a redução de pessoal, que acaba, por vezes, por sobrecarregar a equipe “sobrevivente”.

Se o seu propósito é a promoção, estude para obter a certificação Anbima

Em resumo, os PDVs dos bancos já foram anunciados pelas principais instituições financeiras, como Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e Itaú Unibanco, como uma forma de ajustar as finanças reduzindo o impacto da folha de pagamento.

Os bancários que aderirem aos planos podem ter vantagens, como o acesso às verbas trabalhistas rescisórias e benefícios extras, como a manutenção dos planos de saúde e odontológicos. Mas, e depois? O bancário irá conseguir manter o mesmo padrão de vida? Terá prazer e auto-realização em outros ofícios?

Agora, se os PDVs dos bancos nem passam pela sua cabeça, se a sua meta é chegar à gerência e construir uma carreira de sucesso, dedique-se aos estudos para conquistar as suas certificações Anbima.

Se você ainda não conhece a metodologia de ensino utilizada pelo professor Hygor Duarte aproveite para acessar a página inicial do site #CpaNaVeia e tire suas dúvidas na página de contatos.

Aproveite para fazer parte do grupo de tira-dúvidas gratuito de WhatsApp mandando uma mensagem para o número (15) 9-9128-2672.

Conheça os cursos da #CpaNaVeia clicando nos links abaixo:

– CPA 10- http://www.hygorduarte.com.br/cpa-10-2

– CPA 20- http://www.hygorduarte.com.br/cpa-20-2

– COMBO 10/20- http://www.hygorduarte.com.br/combo

– CEA- http://www.hygorduarte.com.br/cea

5 dicas para ter uma carreira sólida em banco

Talvez a profissão de bancário seja uma das últimas a ser lembrada quando se pergunta a uma criança o que ela deseja ser quando crescer. É certo que a profissão sofreu algumas baixas nos últimos anos com o avanço dos serviços online. Porém a área ainda é bastante promissora. Para ter uma carreira sólida em banco é preciso planejamento, dedicação e muito estudo.

Em primeiro lugar, o interessado na carreira bancária precisa definir um plano de ação que estabeleça se a prioridade será trabalhar em bancos públicos ou privados.

Pois você já deve saber que para ingressar nos bancos públicos é preciso enfrentar uma maratona de estudos e disputar os concorridíssimos concursos públicos.

Nesse sentido, os bancos privados não ficam atrás dos bancos públicos quando o assunto é concorrência.

Embora não seja necessário prestar concurso para trabalhar num banco privado, há centenas de interessados a cada vaga que surge em instituições tradicionais, como o Itaú, Santander, Safra etc.

Isso porque a maioria dos candidatos é atraída pelo salário relativamente alto, acima de R$ 3 mil, em média, para profissionais em início de carreira. Sem contar as bonificações que vão desde o vale-refeição até o auxílio-creche, dependendo da instituição. Leia mais aqui.

É por todas essas considerações que separamos cinco dicas para se dar bem e ter uma carreira sólida em banco. Veja a seguir:

1 – Comece de baixo

As coisas acontecem muito rápido dentro de uma agência bancária. Portanto, não é difícil um estagiário virar gerente mesmo com pouco tempo de casa.

Dessa forma, uma dica para quem está começando é procurar participar do programa Jovem Aprendiz.

Pela lei brasileira, jovens entre 14 e 24 anos que tenham estudado em escola pública, tanto no ensino fundamental quanto no ensino médio, podem trabalhar em empresas de médio ou grande porte que necessitam ter de 5% a 15% de aprendizes no seu quadro de funcionários

2 – Escolha a faculdade certa

Não é obrigatório, mas a maioria dos bancos privados recolhe pessoas que já tenham ensino superior quando abrem um processo seletivo para o preenchimento de uma determinada vaga.

Assim o que mais importa é que o curso escolhido pelo candidato tenha relação com o mercado financeiro e, assim, ele possa construir uma carreira sólida em banco.

Entre os cursos mais comuns nos currículos dos bancários estão Administração, Economia, Ciências Contábeis, Marketing e até Direito ou Ciências Sociais.

Além disso, uma pessoa com vivência internacional e inglês avançado, certamente, terá preferência entre os recrutadores. 

3 – Participe dos programas de trainee

Se você é universitário ou recém-formado, invista nos programas de trainee dos bancos privados. Afinal de contas, essas instituições abrem vagas deste nível com freqüência e podem ser um excelente início para construir uma carreira sólida em banco.

Mais que estagiário, o trainee é uma aposta de uma futura liderança dentro da companhia. Por isso, os programas têm duração de um a três anos, normalmente, objetivando treinar o futuro funcionário efetivo a tomar decisões estratégicas dentro do banco.

Dessa forma, nem é preciso dizer que os salários são os mais altos e o reconhecimento idem.

4 – Qualifique-se com as certificações bancárias

Independentemente do diploma universitário que você apresente no banco em que deseja trabalhar, uma certificação específica da sua área de atuação faz toda a diferença no seu projeto de ter uma carreira sólida em banco.

Desse modo, a CPA-10 é a porta de entrada em qualquer instituição bancária. Você pode até ser contratado sem a certificação, porém, de uma hora para outra o seu gerente pode cobrar o documento. Assim você terá que, em prazo recorde, fazer os estudos, se submeter à prova e ser aprovado para obter a certificação.

Afinal de contas, ela é uma exigência legal para a venda de produtos de investimentos e prospecção de investidores.

A boa notícia é que você não precisa estar vinculado a nenhuma instituição financeira para prestar o exame, que é realizado pela Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais).

O segundo degrau, após a CPA-10, é a CPA-20. Esta última certificação é direcionada para profissionais que atendem clientes do varejo de alta renda, private, corporate e outros.

Portanto o interessante é que você, como bancário que almeja construir uma carreira sólida em banco, pode conquistar a CPA-20 e exercer as mesmas tarefas que já são executadas por quem possui apenas a CPA-10.

Há ainda outras certificações que são necessárias para a qualificação do bom profissional do mercado financeiro. Uma delas é a CEA, que é comparada a um mestrado para o bancário.

A CEA transforma o bancário em um especialista em investimentos pela Anbima, sendo assim ainda mais valorizado no mercado de trabalho. Leia mais sobre a CEA aqui.

Em resumo, o recado para quem deseja construir uma carreira sólida em banco é obter as certificações Anbima.

5 – Mantenha bons relacionamentos

Para o profissional alcançar uma carreira sólida em banco, mas do que muita inspiração e transpiração (afinal de contas a rotina de um banco é bastante agitada), o profissional precisa ter bons relacionamentos.

Embora conviva com números o dia inteiro, há seres humanos por trás de cada senha e de cada código.

O agente que demonstra essa preocupação com os relacionamentos humanos tem mais chances de crescer profissionalmente e ter uma carreira sólida em banco.

Essa empatia é válida não apenas para com os clientes, mas também para os superiores e os colegas de trabalho. Preocupar-se com os problemas dos outros faz crescer o seu valor.

Em resumo, para construir uma carreira sólida em banco não basta apenas se especializar numa área, conseguir o emprego e desenvolver um bom marketing pessoal. O sucesso depende de uma série de fatores, como a especialização no mercado financeiro.

E para conquistar a aprovação na prova da Anbima e, finalmente, ostentar as certificações bancárias, é preciso estudo. O curso #CPANAVEIA, do professor Hygor Duarte, é reconhecido pelo método prático e eficaz de estudos.

Conheça agora os cursos oferecidos:

  • CPA 10- http://www.hygorduarte.com.br/cpa-10-2
  • CPA 20- http://www.hygorduarte.com.br/cpa-20-2
  • COMBO 10/20- http://www.hygorduarte.com.br/combo
  • CEA- http://www.hygorduarte.com.br/cea

Ainda está em dúvida? Participe das discussões dos grupos de WhatsApp gratuitamente: mande uma mensagem para (15) 9-9128-2672.

6 motivos para tirar a certificação CPA-10

Como você já sabe a certificação Profissional Anbima – Série 10, a famosa CPA-10, abre portas no mercado de trabalho. Não é à toa que 23.179 pessoas já tiraram a certificação, segundo a própria Anbima. Quer saber mais sobre as seis principais vantagens de também conquistar a certificação CPA-10? Fique atento na leitura deste post.

Mas antes, vamos lembrar que a certificação é emitida pela Anbima, que é a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais. Ela visa a excelência do mercado através de certificações em vários níveis.

A certificação CPA-10 é, portanto, o primeiro nível para o profissional que deseja construir uma carreira sólida no mercado financeiro. Afinal de contas, não basta ter apenas a graduação em uma área correlata, como Administração ou Economia. Isso porque o mercado financeiro é bastante complexo e exige profissionais qualificados.

Nesse sentido, vejamos então as principais vantagens da certificação CPA-10.

1 – Obrigatoriedade

No ano de 2002, o Conselho Monetário Nacional e o Banco Central começaram a exigir que os profissionais que lidavam com investidores no mercado financeiro fossem qualificados. Assim foi criada a resolução 3.158. A primeira certificação foi a CPA-20 e, logo em seguida, a certificação CPA-10, que envolvia o atendimento a investidores com menos potencial que os atendidos pelos certificados com a CPA-20.

2 – Diferencial

Além de ser uma obrigatoriedade, o certificado confere ao profissional um diferencial no momento de uma nova contratação, de uma promoção interna e até mesmo no atendimento ao cliente. Afinal você, por exemplo, prefere ser atendido por um agente qualificado, que sabe o melhor produto a oferecer, ou alguém com um conhecimento raso?

3 – Conhecimento

Como já foi dito, o mercado financeiro é complexo e repleto de atualizações. Portanto, a certificação CPA-10 exige que o bancário, em início de carreira, mergulhe nos estudos para aumentar seu leque de conhecimento. Dessa forma, seguindo a teoria do CHA (Conhecimento, Habilidade e Atitude), desenvolve as demais áreas e se torna um profissional requisitado no mercado.

4 – Salário maior

Outra vantagem convincente da certificação CPA-10 é a conquista de um salário maior, visto que o bancário pode chegar ao cargo de gerente. Assim, embora a certificação exija uma dedicação extra, principalmente na fase de preparação para a prova, ela é garantia de recompensa.

5 – Mercado qualificado

Como você já sabe, a certificação CPA-10 é voltada a profissionais que atuam na comercialização e distribuição de produtos de investimento. Desse modo, para saber ouvir o cliente, conhecer suas necessidades e oferecer os produtos que mais atendem aos seus anseios, é essencial ter uma boa formação. Assim o agente não atua na base do “achismo” e nivela por cima todo o mercado.

6 – Autoconfiança

A sexta vantagem é um resumo dos demais benefícios. Isso porque ao apresentar a certificação CPA-10 na instituição financeira, o profissional se sente valorizado e mais confiante nas suas próprias habilidades. Além disso, a própria Anbima fornece selos padronizados conforme a certificação. Tais selos podem ser impressos no cartão de visitas, no currículo etc.

Em resumo, a certificação CPA-10 é, sem sombra de dúvidas, um diferencial no mercado. Para conquistá-la é preciso passar com mais de 70% de acerto na prova da Anbima. Aproveite e clique aqui.

Se você está pronto para dar esse importante passo na sua carreira, conheça o método de estudos da #CPANAVEIA com o professor Hygor Duarte. 

Além da CPA-10, estão disponíveis as certificações CPA-20 e CEA. Confira o conteúdo nos links abaixo:

Aproveite para participar dos grupos de estudos do WhatsApp gratuitamente antes de confirmar a sua matrícula. É só mandar uma mensagem para (15) 9-9128-2672.

Aumente sua renda com uma certificação Anbima

Nos últimos anos, os programas que levam à certificação tornaram-se cada vez mais populares. Profissionais de todas as idades estão buscando o treinamento especializado necessário para ter sucesso no local de trabalho. Se você também deseja ter a possibilidade de aumentar sua renda, garantir uma certificação Anbima é fundamental.

Assim as certificações são uma ótima maneira de se diferenciar da concorrência! A certificação entrou em quase todos os setores por uma razão: ela ajuda a promover a profissão. Para saber mais sobre os desafios da área leia este post.

Além disso, ajuda os empregadores a avaliarem novas contratações, analisar o desempenho do trabalho, avaliar funcionários, selecionar prestadores de serviços, promover novos serviços e motivar os funcionários a aprimorar suas habilidades e conhecimentos.

Mercado foi padronizado com as certificações 

Nesse sentido, titulares de certificados também se beneficiam. A certificação dá reconhecimento de competência, mostra comprometimento com a profissão e ajuda no avanço do trabalho. Houve um crescimento explosivo na certificação profissional.

Desse modo, as certificações permitem que os profissionais obtenham habilidades comprovadas para a execução do trabalho. Afinal, os empregadores valorizam profissionais que buscam oportunidades proativamente para desenvolver suas habilidades e conhecimentos.

Justamente em decorrência de todas as vantagens que as certificações trazem aos profissionais, foi que a Anbima criou essa padronização no mercado financeiro.

Primeira prova da Anbima foi em 2003

Lembrando que Anbima significa Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais. Ela representa as instituições descritas e atua como um agente regulador privado. Saiba mais clicando aqui.

É importante recordar que a Anbima não funciona sozinha e possui uma média de 340 associados.

Para entender melhor o contexto da certificação Anbima, é fundamental entender que a associação realizou a sua primeira prova em novembro de 2003.

Atualmente, a prova tem duração de mais de 2 horas e é composta por mais de 50 questões, sendo necessário atingir um percentual de 70% de acertos para ser aprovado.

Você escolhe a data da sua prova através do site oficial da Anbima. O valor do exame é de R$ 396 para associados e R$ 475 para quem não é associado.

Certificação Anbima

Portanto é extremamente importante ter a certificação Anbima para se destacar dos outros profissionais da área.

A certificação possui um prazo de validade de cinco anos para aqueles que têm vínculo empregatício com alguma instituição.

Já para quem não trabalha no ramo, a certificação Anbima é válida por três anos.

Algumas instituições financeiras exigem a certificação e, com isso, quem não possui pode perder grandes oportunidades de trabalho.

A resolução 3158, que dispõe sobre a certificação de empregados das instituições financeiras e demais instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil, informa a necessidade do atestado que comprove o conhecimento para executar determinada atividade.

Sendo assim, quem tem a certificação Anbima é considerado mais capacitado para realizar funções dentro de bancos e cooperativas, por exemplo, os caixas.

Se esses profissionais não forem certificados, estarão infringindo a resolução do Banco Central. Desta forma, a certificação Anbima é um pré-requisito.

O candidato que já tem a certificação acaba se tornando diferenciado e conquistando as melhores vagas e os melhores salários.

E só para constar, não existe uma graduação específica para ter posse do certificado da Anbima e trabalhar em um banco ou cooperativa.

Em resumo, o que ocorre é que com esse pré-requisito, as portas de uma renda mais vantajosa se abrirão.

Portanto, para você que identificou a necessidade de conquistar uma certificação Anbima, veja agora nossos cursos da #CPANAVEIA:

Para você que deseja conhecer melhor os cursos antes de decidir se matricular, participe gratuitamente dos grupos de estudos do WhatsApp.

Mande uma mensagem para:

WhatsApp:  (15) 9-9128-2672

Videoaulas: veja como elas podem te ajudar a obter sua certificação

As videoaulas tornaram-se uma parte importante do método de aprendizagem. Sendo integradas como parte dos cursos tradicionais, serve como base de muitos cursos combinados, e é frequentemente o principal mecanismo de entrega de informações.

Assim sendo, várias meta-análises mostraram que a tecnologia pode melhorar o aprendizado. Além disso, vários estudos comprovaram que as vídeoaulas, especificamente, podem ser uma ferramenta educacional altamente eficaz.

Portanto, nos últimos anos, as vídeoaulas estão sendo amplamente usadas​por estudantes para ajudar a aprender o material mais rápido do que nunca.

Logo, pesquisas mostram que 94% dos professores utilizaram efetivamente vídeos durante o ano acadêmico e descobriram que o aprendizado por eles é bastante eficaz. É até melhor do que ensinar os alunos por meio de livros didáticos tradicionais.

Além disso, estudos mostraram que o uso de vídeoaulas permite um processamento mais eficiente e um recall de memória. Isso porque a natureza visual e auditiva dos vídeos atrai um público amplo e permite que cada usuário processe as informações de maneira natural.

Vantagens em relação aos livros e apostilas

Em suma, vídeoaulas criam uma experiência sensorial mais envolvente do que o uso de materiais de impressão.

Os estudantes realmente conseguem ver e ouvir o conceito sendo ensinado e podem processá-lo da mesma maneira que processam suas interações cotidianas.

Portanto elas fornecem um recurso prático que pode ser assistido de qualquer lugar com uma conexão à Internet. Elas são acessíveis em vários dispositivos, incluindo laptops, tablets e smartphones. Isso permite a visualização na conveniência do aluno e de onde quer que ele esteja.

Outra grande vantagem é que as videoaulas aumentam a retenção de conhecimento, pois podem ser interrompidas e reproduzidas quantas vezes forem necessárias. Elas também podem ser revisadas ​​por muito tempo depois que a lição inicial foi ensinada.

Dessa forma, a ferramenta ajuda bastante na aprendizagem de todos os assuntos, mas particularmente aqueles tópicos que são complexos e / ou altamente visuais (como procedimentos passo a passo ou fórmulas científicas e matemáticas).

As vídeoaulas ainda aumentam a proficiência em letramento digital e comunicação, que são importantes habilidades do século XXI.

Memória: confira como é o impacto das videoaulas 

Uma das principais considerações ao construir materiais educacionais, incluindo vídeoaulas, é a carga cognitiva. A teoria da carga cognitiva sugere que a memória tem vários componentes.

Assim sendo a memória sensorial é transitória, coletando informações do ambiente.

Por isso as informações da memória sensorial podem ser selecionadas para armazenamento temporário e processamento na memória de trabalho, que possui capacidade muito limitada.

Esse mesmo processamento é um pré-requisito para a codificação na memória de longo prazo, que possui capacidade virtualmente ilimitada.

Mas como a memória de trabalho é muito limitada, o aluno deve ser seletivo sobre quais informações da memória sensorial deve prestar atenção durante o processo de aprendizagem. Esta é uma observação que tem importantes implicações na criação de materiais educacionais.

Veja a teoria cognitiva da aprendizagem multimédia

A Teoria Cognitiva da Aprendizagem Multimédia baseia-se na Teoria da Carga Cognitiva, observando que a memória de trabalho possui dois canais para aquisição e processamento de informação: um canal visual / pictórico e um canal de processamento auditivo / verbal.

Conheça mais sobre a Teoria da Carga Cognitiva clicando aqui.

Embora cada canal tenha capacidade limitada, o uso dos dois pode facilitar a integração de novas informações nas estruturas cognitivas existentes.

Portanto, usando ambos os canais, a capacidade da memória de trabalho é maximizada – mas qualquer dos canais pode ser sobrecarregado pela alta carga cognitiva.

Assim, as estratégias que gerenciam a carga cognitiva de ambos os canais em materiais multimídia prometem melhorar o aprendizado. Além dos dois principais pressupostos do processamento de canal duplo e capacidade de memória de trabalho limitada.

Informação visual e a retenção de informações

A maior parte do cérebro humano é dedicada ao processamento da informação visual. O cérebro rápido ao visual, melhor que texto ou qualquer outro tipo de material de aprendizagem.

Lembrando que as imagens são retidas na mente por um longo tempo. Através dos vídeos, os alunos processam informações rapidamente.

Isso porque os tutoriais em vídeo oferecem uma experiência multidimensional que pode combinar gráficos, slides, fotos, gráficos, narração, capturas de tela, legendas na tela, música e vídeo ao vivo.

Isso permite que quem esteja assistindo, com diferentes habilidades de aprendizado, retenha informações em um método mais adequado.

É por isso que quanto mais ferramentas forem utilizadas em uma vídeoaula, mais maneiras o aluno terá de focar, compreender e reter as informações.

Muitos desses recursos multimídia podem ser muito complexos ou demorados para serem usados ​​regularmente em um ambiente de sala de aula física e impossíveis em papéis.

O autoestudo traz resultados frutíferos  

Através de vídeoaulas qualquer pessoa pode fazer autoestudo. Os vídeos, áudios e webinars ajudam os alunos a aprender algo para o qual um professor seria solicitado de outra forma.

A melhor parte é que essa técnica deixa um forte impacto no cérebro, o que pode até ser melhor do que ler a mesma lição de um livro.

Mais uma observação quanto à vantagem das videoaulas é a capacidade de pausar, retroceder, parar e reproduzir um vídeo em videoaulas. Portanto, leia mais sobre estudos online clicando aqui.

Isso o ajuda a reproduzir pontos importantes que precisam ser lembrados, o que é essencial para a retenção da memória na preparação para os exames.

Em uma sala de aula ao vivo, é fácil perder o que o instrutor diz a qualquer momento, mas com um tutorial em vídeo, as notas podem ser checadas quanto à precisão.

Uma lição em formato de vídeo permite que os alunos se concentrem em segmentos específicos, além de reproduzir as informações em sua totalidade.

Interatividade das videoaulas

Algumas videoaulas permitem interação, como lições de software. Elas fornecem uma abordagem prática que pode ajudar a reforçar as informações.

Em vez de apenas ouvir ou ver as informações, o aluno pode responder a solicitações usando teclado e mouse para responder a perguntas ou acessar recursos extras de aprendizado.

A mentoria também é um diferencial dos estudos, como você pode ver melhor clicando aqui.

Desse modo, usando esses recursos interativos, os alunos podem se beneficiar ao serem apresentados às novas tecnologias.

Outro tipo de interatividade envolve comunicação bidirecional que pode ocorrer entre alunos e um professor de vídeo se o vídeo for transmitido ao vivo, mesmo que eles estejam em diferentes locais físicos – por meio de webcams.

Em resumo, você já sabe que as vídeoaulas são ferramentas poderosas para tornar o seu estudo mais frutífero, divertido e eficaz. É por isso que a maioria dos estudantes procura por essa opção de estudo.

Este artigo foi útil para você? Você sabia que o professor Hygor Duarte tem utilizado vídeoaulas e outros recursos para fazer o aluno conquistar a certificação logo de primeira?

Se o seu desafio hoje é conquistar uma certificação Anbima, clique abaixo nos links dos cursos disponíveis da #CPANAVEIA:

Mas se você ainda tem dúvidas e quer conhecer melhor a metodologia antes de se matricular, participe de graça dos grupos de estudos do WhatsApp.

É só mandar uma mensagem para:

WhatsApp:  (15) 99128-2672

Como eliminar o nervosismo na hora da prova?

Você marcou a prova da Anbima e deu aquele friozinho na barriga? Você sente que sua mente congela durante uma prova? Você se percebe pensando que é incapaz de resolver qualquer questão ou até mesmo esquece absolutamente tudo que estudou? Seu coração dispara e você acha difícil controlar o nervosismo na hora da prova? Você não está sozinho!

Nesse sentido, a maioria das pessoas sente-se nervosa quando faz um exame ou nos momentos que antecedem a prova. Mas pesquisas mostram que alguns são mais propensos a sofrer de ansiedade do que outros. Então, por que isso acontece? E o que você pode fazer para acalmar seus nervos?

Sobre a ansiedade

Embora seja completamente normal sentir nervosismo na hora da prova, alguns alunos acham a ansiedade da prova debilitante.

Portanto algumas pessoas têm sintomas de ansiedade, como:

  • pensamentos acelerados
  • incapacidade de se concentrar
  • medo
  • batimento cardíaco rápido
  • dor de cabeça
  • diarreia
  • náuseas

Além disso, as causas da ansiedade nesses momentos podem incluir medo de fracasso, falta de tempo de preparação adequada ou experiências ruins que ocorreram no passado.

Veja o que você pode fazer para permanecer calmo nos dias que antecedem o teste e eliminar o nervosismo na hora da prova.

Prepare-se

Sim, isso parece óbvio, mas vale a pena repetir. Se você estiver confiante de que se preparou completamente, se sentirá mais calmo entrando no teste. Aprenda tudo o que puder sobre o teste ou exame com antecedência. Fazendo o curso do professor Hygor Duarte, você pode participar do programa de mentoria. Leia mais sobre a mentoria aqui.

Durma bem

Estudar demais no dia anterior ao teste nunca é a resposta, e passar uma noite toda acordado pode exacerbar seus nervos. Ter um descanso adequado (9 a 10 horas por noite) provavelmente será mais benéfico do que reler um texto até o amanhecer.

Alimente-se

Tome um café da manhã nutritivo antes do teste e prepare lanches energizantes para energia contínua. Procure por alimentos que ofereçam um fluxo constante de nutrientes.

Seja positivo

Carregue consigo uma imagem que te cause paz ou crie um mantra para melhorar a moral, como “Eu posso fazer isso” ou “Eu trabalhei duro e mereço isso”. Recorde a imagem ou recite seu mantra, logo antes do início do teste. Com certeza isso vai te ajudar a amenizar o nervosismo na hora da prova.

Use todas as estratégias possíveis para personalizar o sucesso: visualização, lógica, conversar com você mesmo, prática, trabalho em equipe, registro no diário etc. Visualize o exame como uma oportunidade para mostrar o quanto você estudou e recebeu uma recompensa pelo estudo que você fez.

Leia com atenção

Leia atentamente as instruções e todas as respostas antes de fazer uma escolha ou iniciar o gabarito.

Não há nada pior do que assinalar uma opção e perceber que você não está resolvendo a questão certa, ou a resposta está parcialmente incorreta. Estar atento vai te ajudar a manter o foco.

Em resumo, planeje uma recompensa para você mesmo após o teste. Tire algum tempo para relaxar e limpar sua mente. Não se debruçar sobre erros que você possa ter cometido ou se preocupar com o que fez. Sempre que possível, faça uma pausa antes de começar a estudar para outro teste.

Agora que você já viu que é possível reduzir o nervosismo na hora da prova, conheça melhor o curso #CPANAVEIA, do professor Hygor Duarte.

Veja os cursos disponíveis para vencer o desafio da Anbima:


Turbine seu perfil no Linkedin após a certificação

Se você ainda tem uma certa resistência para ser um usuário ativo e ter um perfil no LinkedIn porque prefere o Facebook ou o Instagram, saiba mais sobre o potencial dessa rede social.

Inicialmente o LinkedIn foi lançado em 2003 com o intuito de promover relacionamentos profissionais. Quatro anos depois ele já tinha 16 milhões de usuários cadastrados no mundo.

LinkedIn já tem meio bilhão de usuários

Já em 2015, a rede passou a contar com 347 milhões de contas. Pois é, hoje o LinkedIn já soma 530 milhões de usuários em todos os continentes. É claro que ele ainda está muito aquém do Facebook, que ostenta 2 bilhões de usuários, mas merece nossa simpatia por ser focado em relacionamentos profissionais.

Hoje em dia um profissional de qualquer área precisa estar conectado às tendências do mundo corporativo, ainda mais em se tratando do mercado financeiro, que é deveras concorrido.

Pensando nisso, em dezembro de 2018 a Anbima divulgou os novos layouts dos selos permitidos para aqueles que têm certificações nos cursos de CPA-10, CPA-20, CEA ou outros cursos.

Os selos podem ser compartilhados nas redes sociais dos aprovados. Confira aqui as especificações para a divulgação, seja em redes sociais, cartões de visita, displays ou assinaturas de e-mails.

Valorize o diferencial de ter uma certificação

Até o ano passado, o selo era um privilégio dos profissionais que já atuavam no mercado financeiro e de capitais. Mas, desde então, qualquer pessoa certificada, sem vínculo com nenhuma instituição bancária, pode divulgar o selo da Anbima visando fortalecer seu currículo.

Lembrando que até 2003 não havia uma regulação para quem trabalhava diretamente com investidores. A partir de então, o Conselho Monetário Nacional aprovou a Resolução 3158 que obrigava os profissionais desta área a serem certificados. Quem ganhou com isso foi o mercado, que ficou mais qualificado.

Portanto valorize esse seu diferencial. Se você está fora do mercado de trabalho, atualize seu currículo no LinkedIn para obter mais chances de recolocação profissional. Agora, se você já trabalha não perca a chance de aumentar a sua rede de contatos e buscar novas posições.

Capriche na hora de fazer o perfil do LinkedIn

Capriche na hora de montar ou atualizar o seu perfil no LinkedIn. Não se esqueça de escolher uma foto bem profissional, pois perfis com fotos são 21 vezes mais vistos que os demais.  

Não se esqueça de checar se a configuração do seu perfil está selecionada para modo público, já que o LinkedIn pode restringir o acesso ao seu perfil de acordo com as suas preferências.

Preencha todas as informações da plataforma. Afinal você tem dois mil caracteres à disposição no seu resumo de perfil. Portanto, atente-se para o uso de palavras-chave.

Os recrutadores de RH utilizam palavras-chaves para encontrar candidatos que mais se encaixam nos perfis das vagas abertas. Dessa forma, priorize palavras como Anbima, CPA-10, CPA-20, CEA, etc.

Organize seu tempo e dedique alguns minutos da sua rotina para alimentar o feed do seu perfil no LinkedIn. Escreva artigos, busque conexões, faça e receba recomendações. Enfim, aproveite todas as possibilidades da versão gratuita da ferramenta.

Para concluir, se você almeja uma promoção, uma mudança de emprego ou ainda a recolocação profissional invista em certificações da Anbima, obtenha o selo e use-o estrategicamente no LinkedIn.

Estude com o professor Hygor Duarte no curso #CPANAVEIA e alcance mais rapidamente suas metas.

Consulte nossos cursos de qualificação através dos links abaixo:

CPA 10- http://www.hygorduarte.com.br/cpa-10-2

CPA 20- http://www.hygorduarte.com.br/cpa-20-2

COMBO 10/20- http://www.hygorduarte.com.br/combo

CEA- http://www.hygorduarte.com.br/cea

Ainda não tomou sua decisão de se inscrever nos cursos?

Então participe gratuitamente dos Grupos de Estudos do WhatsApp:

WhatsApp:  015 99128-2672

Informações, conselhos e muito conteúdo para você

Sua certificação sem procrastinação

Sabe quando você tem um projeto importante e bate aquela preguiça de começar? Pois é, por mais que o caminho seja longo é preciso dar o primeiro passo. Então pare de dar desculpas e elimine de vez a procrastinação da sua vida.

Procrastinar. O verbo significa transferir para outro dia, deixar para depois, adiar, delongar, postergar, protrair. Trocando em miúdos: procrastinar é empurrar com a barriga mesmo.

Se você se identifica com este tema ou se quer administrar melhor o seu tempo, leia este artigo até o final e receba dicas maravilhosas.

Inicialmente, vamos lembrar o quanto a procrastinação pode minar seus planos pessoais, acadêmicos e profissionais.

A procrastinação tem um efeito cumulativo. Quando você atrasa uma tarefa, mais cinco estão na fila. Além disso, você corre o risco de deixar pra última hora e ter um motivo a mais para se preocupar.

Sobretudo lembre-se de desenvolver a autorresponsabilidade. Afinal, você é o único responsável pelo seu sucesso.

Finalmente busque entender as causas da sua procrastinação. Insegurança, medo, incapacidade de definir o que é importante para você. Reflita e acompanhe a seguir nossos conselhos para deixar de procrastinar.

Aplique a regra 80/20

O escritor norte-americano S.J. Scott, autor do livro “23 Hábitos Anti-Procrastinação”, sugere uma técnica fantástica para evitar a procrastinação. É a regra 80/20.

O princípio foi apresentado por Vilfredo Pareto e consiste em mostrar que 80% dos seus resultados são conquistados a partir de 20% dos seus esforços.

Portanto mire nos 20%. Escreva num papel as atividades que costuma executar desde quando acorda até a hora em que vai dormir.

O que pode ser eliminado, substituído ou delegado? Se aquela série na tevê não lhe dá resultados, elimine. Se a leitura daquele livro pode ser trocada por um podcast para ser ouvido no congestionamento, substitua PODCAST DO PROFESSOR HYGOR. Clique aqui para conhecer.

Se uma tarefa no trabalho ou em casa pode ser feita por outra pessoa, delegue.

Dessa maneira, você consegue administrar melhor seu tempo, não fica sobrecarregado e evita a procrastinação.

Isso acontece muito com bancários. A Certificação é solicitada, mas o bancário só dá a devida atenção quando a pressão chega de uma forma mais incisiva. Aí pode ser tarde…

Faça avaliações mensais das suas tarefas

Sua rotina não é escrita na pedra, não é mesmo? Então ela pode ser mudada!

De mês em mês avalie suas atividades e verifique se suas prioridades ainda fazem sentido. Se sim, concentre-se nos seus esforços para obter ainda mais resultados.

Portanto lembre-se que a procrastinação vem de um sentimento de opressão. Quando estamos preocupados com várias tarefas a serem executadas, é mais difícil nos concentrarmos em cada ação isoladamente.

Diariamente siga a uma agenda das três principais tarefas que devem ser concluídas impreterivelmente no mesmo dia. Defina essas tarefas no dia anterior.

Segundo o escritor S.J. Scott é recomendado que duas dessas tarefas sejam relacionadas a um projeto atual e uma delas a um projeto futuro, com metas já estabelecidas.

Lembre-se que se o tempo for exíguo, apegue-se à Lei de Parkinson. O conceito foi apresentado em 1955 por Cyril Northcote Parkinson, que dizia: “O trabalho expande-se de modo a preencher o tempo disponível para sua realização”. Ou seja, se há apenas uma hora por dia para se dedicar aos estudos, essa uma hora será preenchida com todo esforço e atenção.

E como todo esforço merece uma recompensa, organize seu tempo para ter intervalos e fazer o que te dá prazer, como tomar uma xícara de café ou assistir a um vídeo de gatinho no YouTube.

Há vários aplicativos que podem ser baixados no seu smartphone, como o Pomodoro Timer, que regula o tempo de descanso.

Concluindo, para eliminar a procrastinação tenha objetivos claros. Se o seu objetivo é melhorar sua performance como bancário e ser promovido, consulte nossos cursos de qualificação através dos links abaixo:

CPA 10- http://www.hygorduarte.com.br/cpa-10-2

CPA 20- http://www.hygorduarte.com.br/cpa-20-2

COMBO 10/20- http://www.hygorduarte.com.br/combo

CEA- http://www.hygorduarte.com.br/cea

Ainda não tomou sua decisão de se inscrever nos cursos?

Então participe gratuitamente dos Grupos de Estudos do WhatsApp

WhatsApp:  015 99128-2672

Informações, conselhos e muito conteúdo para você.

Veja as vantagens de ter o selo da Anbima no currículo

Para explicar melhor, a Anbima é a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais. A entidade existe desde 2009 após a junção de duas outras associações que já representavam o nicho há 40 anos.

Como consequência da sua representatividade, ela avalia e certifica profissionais para atuar em diferentes áreas do mercado financeiro e de capitais. As certificações não são obrigatórias, porém, se fazem necessárias para o dia a dia da profissão.

Então veja as vantagens do selo da Anbima e decole na carreira.

1.Qualificação abre portas

Você pode avançar degraus na sua carreira através da qualificação profissional. A CPA-10 que quer dizer Certificação Profissional Anbima – Série 10, é o primeiro passo, equivalente ao diploma da faculdade. A partir daí, abrem-se mais possibilidades.

Um bancário qualificado presta um atendimento diferenciado, é bem visto pelos superiores, tem uma performance mais refinada e sempre é lembrado na lista de promoções.

2.Diferencial no currículo

Não dá pra negar que a crise econômica e o risco de extinção de algumas profissões estão afunilando o mercado de trabalho em muitas áreas.

O índice de desemprego no Brasil tem girado na casa dos 12% da população, enquanto que a média mundial é de 5%, segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Por isso quem possui mais certificados no currículo e coloca em prática os conhecimentos adquiridos, tem um diferencial e destaca-se na multidão.

3.Atendimento de excelência

O mercado de capitais é muito dinâmico. Portanto as certificações financeiras promovem a atualização do profissional que estará à frente das principais transações do mercado financeiro e de capitais.

E como uma instituição financeira é feita de pessoas, quanto mais qualificadas elas forem, melhor será o atendimento aos clientes que terão todas as suas “dores” sanadas.

4.Marketing pessoal

Depois de uma maratona de estudos, você presta a prova (para a certificação que deseja obter), é aprovado e, finalmente, pode usar o selo da Anbima.

Você sabia que os selos foram relançados em 2018 com novos layouts? Pois bem, existem algumas regrinhas de uso. Clique aqui para saber mais.

Os selos podem ser usados no perfil das redes sociais, na assinatura do e-mail, no cartão de visitas, no display da mesa, enfim, eles auxiliam você no processo de construção de sua imagem pessoal e profissional, aprimorando seu marketing pessoal.

5.Performance

O selo da Anbima é fornecido aos profissionais aprovados nas avaliações, independentemente se eles são ligados a instituições financeiras. Até pouco tempo atrás, era necessário ter um vínculo com alguma instituição para prestar a prova.

Portanto para quem deseja se especializar nesse mercado e começar uma nova carreira, ou para quem quer garantir uma promoção, o selo da Anbima será um forte aliado na melhoria da performance profissional.

Agora que já percebeu as possibilidades que se abrem na sua carreira após a conquista do selo da Anbima que tal começar já os estudos ao lado de um professor qualificado, com cursos on-line que podem ser feitos no melhor horário para você?

Consulte nossos cursos de qualificação através dos links abaixo:

CPA 10- http://www.hygorduarte.com.br/cpa-10-2

CPA 20- http://www.hygorduarte.com.br/cpa-20-2

COMBO 10/20- http://www.hygorduarte.com.br/combo

CEA- http://www.hygorduarte.com.br/cea

Ainda não tomou sua decisão de se inscrever nos cursos?

Então participe gratuitamente dos Grupos de Estudos do WhatsApp.

WhatsApp:  015 99128-2672

Informações, conselhos e muito conteúdo para você.

Potencialize seu currículo com os novos selos da CPA-10, CPA-20 e CEA

Desde dezembro de 2018 a Anbima lançou novos selos para os profissionais certificados, inclusive para aqueles que não trabalham em instituições do mercado. Antes, os selos eram exclusivos para quem era aprovado e estava vinculado a uma instituição financeira.

Eles servem para valorizar a capacitação e qualificação do profissional e podem ser usados nas redes sociais (LinkedInFacebook, Instagram Twitter), em currículos, cartões de visita, assinaturas de e-mails e em displays de mesa. O layout dos selos foi modernizado, tornando-os mais adequados à identidade visual da Anbima.

Cada certificação tem seu próprio selo. Para utilizá-lo, acesse o Guia de Uso dos Selos de Certificação: http://www.anbima.com.br/data/files/F2/F0/10/42/06BC6610D8F80666A9A80AC2/Guia-uso-selos-certificacao-Novo.pdf